top of page
Buscar
  • Rafael Carvalho

Como auditorias internas podem melhorar o desempenho da sua empresa!


Auditorias Internas podem melhorar desempenho da empresa


Nesse artigo não vamos abordar meramente uma atividade de gestão. Este assunto é uma linha divisória entre profissionais e amadores, entre o negócio de sucesso e aquele que não sobrevive no longo prazo. Abaixo estão os tópicos que serão apresentados neste artigo.


1. Introdução


Isso é verdadeiro porque empresa alguma terá crescimento sustentável sem a constante avaliação e aprimoramento dos processos internos. Afinal, o gestor que não mantém um monitoramento constante daquilo que é feito em sua organização estará sujeito a desperdícios (de tempo, dinheiro, recursos humanos) e não conseguirá multiplicar os seus recursos. Por isso as auditorias internas são tão cruciais!

Sim, você já ouviu falar muito sobre essa expressão por ser muito utilizada no mundo da gestão empresarial, mas você sabe exatamente do que se trata? Sabe quanto valor ela agrega para o seu negócio? Sabe quais áreas da empresa podem passar por uma auditoria? Estes são alguns pontos nos quais tocaremos neste artigo. Continue a leitura para definitivamente ter clareza sobre esse assunto fundamental para o seu negócio.


Compreendendo a Auditoria Interna

A auditoria interna é uma prática empresarial fundamental que envolve uma análise minuciosa dos processos e operações dentro da organização. Essa atividade tem como propósito primordial avaliar a adequação dos procedimentos internos à eficácia e eficiência desejadas. Não estamos falando de avaliações superficiais, mas de uma análise profunda da empresa em busca de melhorias contínuas.

É importante destacar que a auditoria interna é dinâmica. Empresas não são estáticas; seus processos evoluem constantemente para se adaptar a um ambiente empresarial em constante mudança. Portanto, a auditoria interna é se adapta para acompanhar essa evolução, proporcionando às empresas a agilidade necessária para atender às demandas do mercado em rápida transformação.

Essencialmente, a auditoria interna visa responder algumas perguntas fundamentais, como:

  • Os processos estão alinhados com os objetivos estratégicos da organização?

  • Os procedimentos internos estão sendo executados conforme o planejado?

  • Existem oportunidades de otimização que podem resultar em uma eficiência ainda maior?

Para isso, os auditores internos mergulham profundamente na operação cotidiana da empresa e examinam fluxos de trabalho, políticas, controles e registros. Eles conduzem entrevistas com funcionários em todos os níveis da organização e analisam os dados financeiros e operacionais para identificar tendências e anomalias; tudo visando ter uma visão clara do estado atual da empresa e das oportunidades de aprimoramento.

Além disso, a auditoria interna desempenha um papel vital na promoção da conformidade com regulamentações e padrões da indústria. Garante que a empresa esteja operando dentro das diretrizes estabelecidas, o que é essencial para mitigar riscos e proteger a reputação da organização. Portanto, a compreensão completa da auditoria interna revela que não se trata apenas de uma atividade rotineira, mas sim de um processo dinâmico e estratégico que impulsiona o crescimento, a eficiência e a conformidade da empresa.


Diferença entre Auditoria Interna e Auditoria Financeira

Muitas vezes ocorre confusão entre os conceitos de auditoria interna e financeira. Podemos dizer que a auditoria financeira foca na verificação das demonstrações financeiras, enquanto a auditoria interna adota uma abordagem holística para avaliar diversos aspectos das operações da empresa. Assim, ela, busca aprimorar a eficácia dos processos de gerenciamento de riscos, controle e governança.



Diferença entre Auditoria Interna e Auditoria Externa

Outra dúvida frequente quando se fala de auditoria é sobre a diferença entre auditoria interna e externa.

Interna: é realizada por auditores da própria organização

Externa: é conduzida por profissionais de fora da organização.

Os auditores internos têm um papel mais próximo da administração, avaliando processos da organização e identificando não conformidades.

Por outro lado, a auditoria externa visa a emitir um parecer independente sobre as operações da empresa e é frequentemente obrigatória para grandes empresas de capital aberto.

Importância da Auditoria Interna

Por ser um procedimento que enxerga a empresa na sua totalidade, a auditoria interna desempenha diversos papéis importantíssimos para a gestão empresarial, tais como:

Garantir a Conformidade e a Integridade


Em um ambiente de negócios cada vez mais regulamentado, a conformidade é crucial. As organizações estão sujeitas a uma série de leis e regulamentos que regem suas operações, desde questões fiscais até proteção de dados e ética nos negócios. A não conformidade pode resultar em multas significativas, danos à reputação e até mesmo ações legais.

As auditorias internas ajudam a garantir que a organização esteja em conformidade com todas as leis e regulamentos aplicáveis. Elas examinam de perto os processos e procedimentos para identificar áreas de não conformidade e recomendam ações corretivas. Além disso, a auditoria interna pode ajudar a prevenir fraudes, pois verifica a integridade dos controles internos.

Melhorar a Eficiência Operacional


A eficiência operacional é fundamental para o sucesso de qualquer organização. Processos ineficientes podem levar a custos elevados, atrasos na entrega de produtos ou serviços e insatisfação do cliente. A auditoria interna examina os processos de negócios para identificar gargalos e ineficiências.

Ao analisar esses processos, a auditoria interna pode recomendar melhorias que resultam em economia de recursos e maior eficiência. Isso pode incluir a automação de tarefas, a reengenharia de processos ou a otimização da cadeia de suprimentos. Essas melhorias não apenas reduzem os custos, mas também aumentam a satisfação do cliente e a competitividade da organização.

Proteger Ativos e Recursos


Os ativos de uma organização incluem não apenas dinheiro e propriedade, mas também informações confidenciais e propriedade intelectual. Proteger esses ativos é de extrema importância. As auditorias internas avaliam os controles que estão em vigor para proteger os ativos da organização.

Isso inclui a revisão da segurança da rede de tecnologia da informação, a proteção de informações confidenciais e a prevenção de roubos internos. Ao identificar vulnerabilidades, a auditoria interna ajuda a garantir que os ativos da organização estejam seguros e protegidos contra ameaças internas e externas.

Fortalecer a governança corporativa


A governança corporativa diz respeito às práticas e políticas que orientam a tomada de decisões e a supervisão das operações de uma organização. Ter uma governança sólida é essencial para o sucesso e a sustentabilidade a longo prazo de uma organização. A auditoria interna auxilia nesse aspecto, garantindo que as práticas de governança estejam alinhadas com as metas e valores da organização, contribuindo para uma gestão eficaz e transparente.

Tipos de Auditoria Interna

Existem vários tipos de auditoria interna, cada um com seu foco específico. Para listarmos alguns exemplos, podemos mencionar:

Auditoria Operacional: Avalia o funcionamento da organização, identificando problemas e propondo soluções para melhorar a eficiência e eficácia.

Auditoria de Sistemas: Avalia a eficiência e o desempenho dos sistemas tecnológicos usados na empresa, garantindo a segurança dos dados.

Auditoria de Qualidade: Verifica se os procedimentos operacionais estão de acordo com os requisitos de qualidade estabelecidos.

Auditoria Ambiental: Analisa os impactos da empresa no meio ambiente, identificando práticas sustentáveis.

Auditoria de Gestão: Avalia o desempenho dos gestores, analisando a eficiência na utilização dos recursos da organização.

Auditoria de recursos humanos: A auditoria interna de recursos humanos avalia todos os aspectos da gestão de pessoas, a fim de identificar erros e propor melhorias.

Qual é a frequência ideal para a realização da Auditoria Interna

A frequência da auditoria interna varia conforme a demanda da empresa, mas é recomendável que seja realizada pelo menos uma vez por ano para manter um controle interno eficaz. É possível também conduzir auditorias internas específicas em determinados departamentos ou áreas da empresa.

Quem pode realizar uma Auditoria Interna

A escolha de um auditor imparcial e confiável é fundamental para o sucesso da auditoria interna. O auditor deve focar nos processos da empresa, não buscando culpados, o que incentiva a transparência dos colaboradores.

Passos para realizar uma Auditoria Interna

Para conduzir uma auditoria interna eficaz, é necessário seguir alguns passos:

  • Definir Objetivos: Determine claramente os resultados esperados da auditoria.

  • Planejar: Desenvolva um plano detalhado que inclua a participação dos colaboradores.

  • Cronograma: Estabeleça um cronograma que permita a execução suave das atividades.

  • Checklist: Crie um checklist personalizado para orientar a auditoria.

  • Relatório e Plano de Ação: Elabore um relatório que inclua os problemas identificados e um plano de ação para resolvê-los.

Conclusão

A auditoria interna é uma ferramenta poderosa para melhorar os processos e a eficiência operacional de uma organização e sua implementação é uma escolha estratégica que pode fazer a diferença no sucesso do negócio.

Contudo, muito mais do que uma rotina empresarial, as auditorias internas devem ser vistas como parte da construção de uma cultura organizacional que prima pela eficiência e pela produtividade.

Na Adsum, estamos comprometidos a trilhar com você gestor o caminho dessa construção. Por isso temos um time especializado que está pronto para avaliar e traçar um plano de ação para auxiliá-lo a iniciar ou aprimorar uma rotina de auditorias dos processos internos da sua empresa


11 visualizações0 comentário
bottom of page